VENCENDO O MEDO

Postado por Josias Silva | Postado em Esboço de Pregação | Postado dia 07-07-2010

32

Texto (Mt.14:25-32) “Na Quarta vigília da noite, dirigiu-se Jesus a eles , andando por sobre o mar. Os discípulos, vendo-o caminhar por sobre o mar, assustaram-se, dizendo: É um fantasma. E gritaram de medo. Jesus, porém, imediatamente lhes disse: Tende bom ânimo, sou eu, não temais. Respondeu-lhe Pedro: Senhor, se és tu, manda-me ir ter contigo por sobre as águas. E ele disse: Vem! E Pedro, descendo do barco, andou por sobre as águas para ir ter com Jesus. Mas, observando o vento forte, teve medo e, começando a afundar e, clamou: Senhor, salva-me! Imediatamente, Jesus estendeu a mão, tomou-o e lhe disse: Homem de pequena fé, por que duvidaste? Entrando ambos no barco, o vento cessou”.

Introdução

Você já sentiu medo? O medo não é algo ruim. Em várias situações ele nos ajuda. Por causa do medo muitos se livram de situações que podem trazer problemas e até mesmo risco a vida; porém o medo pode se tornar um problema quando ele nos paralisa, nos impede de arriscar para crescer. Na vida cristã o medo também pode nos prejudicar ou nos ajudar. Quando deixamos de pecar porque temos medo de desagradar a Deus é algo bom, mas quando o medo nos faz duvidar de Deus, gera insegurança e nos impede de receber com fé a Palavra que Deus tem nos dado é um grande problema. Se quisermos crescer em intimidade e conhecimento de Deus precisamos vencer o medo. Veremos o que o medo causa em uma pessoa.

Primeiro

O MEDO PODE NOS FAZER AFUNDAR

Quando olhamos para o texto de Mateus 14, vemos que Pedro havia recebido uma palavra de Jesus, que gerou confiança e o motivou a fazer algo extraordinário, porém a tempestade de vento ainda estava ali. Quando Pedro repara no vento e nas ondas ele teme e começa a afundar. Se não quisermos afundar temos que aprender a confiar em Jesus. Quer ser vitorioso(a) e realizar coisas extraordinárias? Vença o medo e confie em Jesus.

Segundo

O MEDO NOS FAZ ESQUECER DAS PALAVRAS E PROMESSAS DE DEUS

Quando Pedro reparou no vento e teve medo, esqueceu da palavra de Jesus que havia recebido. Foi essa palavra de Jesus que despertou a fé e o fez caminhar sobre as águas. A tempestade não havia cessado, mas não estava mais afetando Pedro até ele olhar para ela novamente e esquecer-se da Palavra de Jesus. Quer ser vitorioso(a)? Não olhe para as lutas, busque a Jesus e dê atenção ao que Ele diz. Vença o medo e lembre-se das palavras de Jesus.

Terceiro

O MEDO NOS IMPEDE DE SER APERFEIÇOADOS

Se Pedro tivesse reparado no vento antes de sair do barco, nunca teria dado alguns passos sobre as águas, e poderia ter continuado andando se não tivesse reparado depois. A Bíblia diz que a vida cristã é vivida pela fé (confiança) em Deus, não pela nossa razão. O medo nos faz questionar, nos torna mais racionais e menos crentes. Você recebeu uma palavra de Jesus? Tem certeza que é Ele quem falou? Então vença o medo e arrisque. Isso o(a) fará crescer em Deus e te fará um(a) vitorioso(a).

Conclusão

Quer crescer em conhecimento e intimidade com Deus? Vença o medo e aprenda com Deus; ouça o que Ele diz e obedeça. Confie em Deus e Ele te dará a vitória. Quer isso? Levante a mão, vamos orar.

FONTE:

 

http://www.imm.com.br/celulas01.php?cod=143

Bênção advindas da morte de Jesus

Postado por Josias Silva | Postado em Esboço de Pregação | Postado dia 07-07-2010

6

Texto (Hb.2:14-18) “Visto, pois, que os filhos têm participação comum de carne e sangue, destes também ele, igualmente, participou, para que, por sua morte, destruísse aquele que tem o poder da morte, a sabes, o diabo, e livrasse a todos que, pelo pavor da morte, estavam sujeitos à escravidão por toda a vida. Pois ele, evidentemente, não socorre a anjos, mas socorre a descendência de Abraão. Por isso mesmo convinha que, em todas as cousas, se tornasse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote nas cousas referentes a Deus, e par afazer propiciação pelos pecados do povo. Pois naquilo que ele mesmo sofreu, tendo sido tentado, é poderoso para socorrer os que são tentados”.
Introdução
Milhares morrem todos os dias, Mas nenhuma morte pode se comparar à morte de Jesus Cristo, Por que? O estudo do texto de Hebreus 2.14-18 responde com muita leveza e riqueza a esta pergunta.

Primeira Bênção

JESUS DESTRUIU AQUELE QUE TEM O PODER DA MORTE

1) O diabo tem trazido a morte desde o Éden (Gn.2.17;3.19) “Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás. No suor do rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, pois dela foste formado: porque tu és pó e ao pó tornarás”. Segundo o ensino de Jesus, ele veio para matar (Jo.10:10) “O Ladrão vem somente para roubar, matar, e destruir”. Coisas como: drogas, violência; sequestros, crismes hediondos; são armas satânicas.

2) Milhos têm sido vítimas do diabo. Ele está matando o vigor, a alegria, o entusiasmo, a pureza, o respeito a esperança em muitas vidas.

3) A boa notícia que temos é esta: JESUS CRISTO, ao morrer na cruz em nosso lugar, destruiu aquele que tem o poder da morte. O diabo (ICo.15:54-55,57) “Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Graças a Deus que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo”. (Ap.1:18) “E aquele que vive; estive morto, mas eis que estou vivo pelos séculos dos séculos, e tenho as chaves da morte e do inferno”. (Ap.21:4) ” E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras cousa passaram”. (Hb.2:14) “Visto, pois, que os filhos têm participação comum de carne e sangue, destes também ele, igualmente, participou, par que, por sua morte, destruísse aquele que tem o poder da morte, a saber, o diabo”.

Segunda Bênção

JESUS LIVROU OS QUE TINHAM PAVOR DA MORTE E ESTAVAM SUJEITOS À ESCRAVIDÃO

(Hb.2:15) “E livrasse a todos que, pelo pavor da morte, estavam sujeitos à escravidão por toda a vida”.

1) Quantas pessoas são escravas do medo da morte, vivem debaixo do pavor? Há pessoas que perdem o entusiasmo, a alegria de viver; só pelo fato de pensarem na morte, são escravas.

2) Cristo morreu na cruz para nos livrar deste pavor e escravidão. Aleluia! (Hb.2:15) “E livrasse a todos que, pelo pavor da morte, estavam sujeitos à escravidão por toda a vida”.

3) O nosso socorro está no nome do Senhor (Sl.124) “Não fosse o Senhor, que esteve ao nosso lado, Israel que o diga; não fosse o Senhor, que esteve ao nosso lado, quando os homens se levantaram contra nós, e nos teriam engolido vivos, quando a sua ira se acendeu contra nós; as águas nos teriam submergido, e sobre a nossa alma teria passado a torrente; águas impetuosas teriam passado sobre a nossa alma. Bendito o Senhor que não nos deu por presa aos dentes deles. Salvou-se a mossa alma, como um pássaro do laço dos passarinheiros; quebrou-se o laço, e nós nos vimos livres. O nosso socorro está em o nome do Senhor, criador do céu e da terra”.

Terceira Bênção

JESUS SE TORNOU O SUMO SACERDOTE

1) Arão foi o sumo sacerdote no período da lei.

2) Jesus Cristo é o nosso sumo sacerdote, na dispensação da graça. Quais são suas qualidades? É semelhante a nós, identificou-se conosco; é sem pecado; é misericordioso; é fiel.

3) Que maravilhoso sumo sacerdote temos nós os salvos e redimidos! (Hb.4:15) “Porque não temos sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, antes foi ele tentado em todas as cousas, à nossa semelhança, mas sem pecado”. (Hb.7:25) “Por isso também pode salvar totalmente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles”. (Rm.8:34) “Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu, ou antes quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós”.

Quarta Bênção

NAQUILO QUE SOFREU, ELE É PODEROSO PARA SOCORRER OS QUE ESTÃO SENDO TENTADOS

1) A tentação em si não é pecado.

2) A tentação não procede de Deus (Tg.1:13) “Ninguém, ao ser tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e ele mesmo a ninguém tenta”.

3) Pelo fato de Jesus ter sofrido a tentação é que ele é poderoso para nos socorrer quando somos tentados. Logo, ele é o nosso socorro (Sl.46.1) “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações”. (Sl.124:8) “O nosso socorro está em o nome do Senhor, criador do céu e da terra”.

Conclusão

Temos tudo isso porque Jesus de Nazaré deu a sua vida por nós. Mais que isso, ele venceu a morte em nosso lugar. Sendo o nosso predecessor na ressurreição. Mas toda esta obra de Jesus só terá valor para você no momento em que, prostrado aos pés da cruz, você se entregar completamente a ele. Saber fatos a respeito de Jesus não é o suficiente. O que significa agora para você a morte e a vitória de Jesus? Ela pode ser ainda hoje a garantia de sua salvação, a certeza da vitória sobre a morte e o pecado, a alegria de uma vida nova e cheia de significado, a paz interior por estará na presença de Deus, o amor e a alegria de uma vida plena. Estas bênçãos são propriedade daquele que pertencem de corpo, alma e espírito ao Senhor Jesus Cristo.

 

Do Púlpito 2

Autor: Messias Anacleto Rosa

Editora Descoberta Ltda.

Londrina - Curitiba